Dicas e Artigos

Como controlar suas despesas durante uma Crise e ter uma vida financeira mais saudável

  | 

Dicas e medidas necessárias para dar conta das despesas e enfrentar bem durante uma Crise

 

Uma das Crises que jamais vamos esquecer é a do coronavírus, uma crise sanitária sem precedentes que acabou com muitas vidas, empregos e saúde financeira de muita gente!  A bolsa despencou, escolas fecharam e inúmeros infectados cresceram assustadoramente dia após dia. Com a quarentena forçada de muitas empresas, a economia desacelerou e refletiu em nosso bolso. Neste momento é de suma importância que adaptamos nossas finanças para não ter grandes problemas no futuro. Pensando nisso, elencamos algumas dicas que podem te ajudar a passar bem por uma crise e viver melhor.

Planejamento financeiro

Não adianta se esforçar para ganhar mais e juntar mais dinheiro se não sabe quanto e onde realmente está gastando sua grana. Planejamento é o primeiro passo para o raio-X da sua vida financeira e somente por meio dele você vai ter um diagnóstico preciso de como está sua vida financeira. Aproveite o período de quarentena para ficar em casa e anotar tudo o que você ganha e tudo, nos menores detalhes, do que gasta. Ficará muito fácil enxergar o quanto está gastando em cada item e verificar se é possível sobrar dinheiro ou se a conta está mais apertada do que o esperado.

Cortar o que não é essencial

Após fazer seu planejamento, revise e analise o que é gasto essencial, o que é possível substituir e o que dá para cortar. É possível que você tenha que fazer alguns sacrifícios para começar a poupar dinheiro, mas isso é passageiro e evitará transtornos com seu futuro. Aproveitando que listou todos os serviços, assinaturas e boletos que paga, reavalie o que está usando realmente: streaming de música, de séries e filmes, games, leitura de revistas, jornais, entrega de produtos e compras. Converse com a família para cancelar os que possuem versão gratuita ou que vocês menos acessam.

Ligue para as operadoras de telefonia, celular, internet, TV a cabo e outros serviços para negociar uma redução das tarifas ou dos planos. Avalie com o atendimento se há opções mais baratas que atendem às suas necessidades. Se for cliente antigo, use esse argumento. E se não houver negociação, pense em mudar de operadora, quando for possível. Normalmente, há mais vantagens para novos clientes do que para a manutenção dos antigos. 

Não entrar em pânico

Não é necessário fazer estoques exagerados de produtos de higiene, comida e medicamentos. Além de ser desnecessário, considerando que este momento de quarentena não deverá se estender muito, você está tirando de outra pessoa a possibilidade de também poder ter acesso a itens básicos. Seja consciente e compre somente o necessário.

Não faça grandes dívidas

Está pensando em trocar de carro ou fazer uma grande viagem agora? Esta não é a melhor hora para essas despesas. Adiar esses planos por alguns meses irá trazer um impacto pequeno na sua vida, porém grande no seu bolso. Faça escolhas e gastos conscientes.

Renegocie as dívidas mais urgentes e organize as demais

Dívidas urgentes são aquelas que vão desestabilizar a vida da família. Se tem atrasos com aluguel ou financiamento da casa, procure a imobiliária ou o banco para mostrar seu empenho em resolver. Para contas de água, luz e gás atrasadas, entre em contato com as empresas e negocie um parcelamento para evitar cortes. Se possível, ofereça para pagar a primeira parcela de imediato. Faça o mesmo com a mensalidade da escola dos filhos.

Seja consciente e acompanhe os gastos com mais atenção

Controlar os gastos e a impulsividade é essencial para organizar a vida financeira. Isso não significa deixar de fazer coisas que você gosta, mas, sim, encaixar os programas no seu orçamento. Dizer não a alguns convites e ao seu próprio impulso consumista deve ser parte do cotidiano de quem quer ter dinheiro na conta no final do mês.

Se necessário, tome medidas mais drásticas

Para ter uma vida financeira saudável é preciso cortar excessos e reduzir o consumo. Se o seu endividamento é mais grave ou se seu estilo de vida não cabe mais no seu orçamento, é preciso levar em consideração algumas mudanças mais drásticas.

Isso significa, por exemplo, procurar um imóvel com aluguel mais barato, vender o carro, mudar os filhos de escola, desfazer-se de eletrônicos, livros, sapatos e peças que possam render algum dinheiro na venda. Há grupos no Facebook e sites especializados que agilizam esse processo.

Se for possível, aproveite os dias em casa para procurar oportunidades de renda extra. A economia vai sofrer um baque com a pandemia, porém, pode haver chances de trabalhos como freelancer para empresas. Acione seus contatos, faça cursos online e mantenha-se ativo.

 

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.